Vargem Grande Paulista também adia para 14 de junho a flexibilização das restrições

A Prefeitura de Vargem Grande Paulista publicou no dia 28 de maio, o Decreto no416 que estende as medidas de transição de caráter temporário para abertura gradual do comércio e setor de serviços, até o dia 13 de junho. A medida segue a decisão do governo paulista, que recuou e não ampliou o horário de funcionamento e a capacidade de atendimento dos estabelecimentos, como era previsto para o início de junho.

A expectativa dos empresários era poder funcionar até as 22 horas, com até 60% de ocupação a partir do dia primeiro, mas a piora nos indicadores da pandemia fizeram o governo estadual prorrogar a atual fase de Transição.
A promessa agora é que a flexibilização aconteça apenas dia 14 de junho. Assim, até essa data, os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão operar até as 21 horas, com no máximo 40% de ocupação.

Com a manutenção da fase de Transição, o toque de recolher permanece em todo o estado das 21h às 5h. Continuam válidas também a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias.

Associações paulistas e outras entidades que representam os setores do comércio e de serviços divulgaram novo manifesto exigindo “um plano de ressarcimento das perdas ocasionadas pelo fechamento seletivo” de estabelecimentos.

“Enquanto comércio e serviços tiveram que suspender as atividades devido às medidas restritivas impostas pelos governos, outros setores continuaram funcionando normalmente, o que criou um desequilíbrio e afetou, principalmente, às micro e pequenas empresas (MPEs) ”, diz o documento, que é apoiado pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Compartilhe esta notícia: